Projeto

Somos Daniel e Patrícia, um casal de portugueses, apaixonados pela natureza e atividades outdoor, sobretudo pela a atividade que nos uniu e nos mantém unidos desde de 2012, a escalada.

A trabalhar e a viver em Manaus (Amazonas) desde de abril de 2015, cada vez mais cansados dos grandes centros urbanos e da rotina do trabalho que a sociedade nos impôs e nos forçou a trilhar desde de cedo. Queríamos ir além, desafiar os nossos limites e, sobretudo, nos redescobrir.

A escalada nos proporcionava um estilo de vida com o qual nos identificamos, quer pelo o desafio físico e mental, quer pelas paisagens e trilhas que nos levam aos lugares mais bonitos que, sem a escalada, provavelmente nunca iriamos descobrir. Para além disso, conhecemos ao longo destas aventuras sempre muitas pessoas que se tornam verdadeiros amigos.

Ao longo dos últimos  4 anos, sempre que tínhamos uns dias livres ou férias, tentávamos planear uma viagem para conhecer um novo lugar, mas na hora de voltar ficava sempre o desejo de permanecer mais tempo. Surge, assim, a ideia de um projeto de viagem, quiçá de vida, de trocar o conforto no nosso apartamento pela liberdade de poder viajar e conhecer o maior número de spots de escalada na América do Sul.

Com a vantagem de ambos a trabalhar na área de TI, vimos a tecnologia como a oportunidade de não depender de uma base fixa para trabalhar e conduzir o nosso estilo de vida de uma forma nómada, apelidado por nomadismo digital.

Aos 30 anos, escolhemos 2017 para nos lançar a este projeto que resolvemos dar o nome de Living Onsight. Para quem escala, escalar onsight (à vista) é algo muito desafiante, sendo que estamos a lidar com o desconhecido e com o medo, mas permite-nos evoluir muito e progredir no grau. Assim, queremos viver a vida, enfrentar o desconhecido e nos deixar surpreender, seja numa via nova de escalada, numa viagem ou num projeto de vida. O que seria a vida sem novos desafios?

Com o Living Onsight, para além de compartilhar as nossas escaladas e trips pela a América do Sul e o mundo, queremos também vivenciar a cultura local por onde passamos, partilhar experiências e vivências sociais.

Nosso Roteiro

Inicialmente mapeamos os principais picos de escalada pelo que já tínhamos ouvido comentar e também pelas pesquisas que fizemos. Durante a nossa viagem, iremos incluir mais locais, sempre ouvimos falar de um pico novo.

Legenda: Amarelo – Headquarter (onde tudo foi planeado); Roxo – Picos/Locais visitados; Azul – Picos/Locais a visitar; Verde – Local atual; Vermelho – Locais que estavam nos planos mas não visitamos