Igatulands

Das delícias mineiras para a beleza Baiana, nosso próximo encontro era com a Chapada Diamantina.

Como sempre o foco da nossa viagem era a escalada conjugando com as belezas naturais de cada lugar, e na Chapada Diamantina o que não faltava são lugares incríveis para conhecer.

A Chapada Diamantina é uma região de serras, protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina, e onde se encontram as maiores altitudes da região do nordeste Brasileiro. É composta por 24 municípios numa área de 41 751 km², sendo que apenas 1 521 km² pertencem ao Parque Nacional. Esta região é conhecida internacionalmente pelas suas belezas naturais sendo os seguintes os atrativos mais conhecidos: Vale do Pati, Morro do Pai Inácio, Cachoeira da Fumaça, Poço Encantado e Azul, Morro do Camelo, Cachoeira do Buracão, entre outros.

Começamos a nossa aventura por Igatu, conhecido como o Machu Picchu pela quantidade de rocha e ruínas do tempo dos garimpeiros. Ficamos encantados com o lugar, não só pela vila com estilo bem colonial, como pelo potencial inesgotável para a prática de boulder.

Como estávamos sem crash-pad optamos por conhecer o estilo das vias desportivas, que é aquilo que mais gostamos. Aqui a rocha é maioritariamente quartzito, e alguns blocos de conglomerados. As vias são praticamente boulders com corda. Igatu tem quase 200 vias de escalada, sendo que perto da vila tem dois sectores com mais de 50% das vias e com acessos entre 5 a 10 minutos. Visitamos os sectores Verruga, Labirinto e California.

Os dias estavam meio chuvosos e aproveitamos o mau tempo para conhecer o Poço Encantado e o Poço Azul. Adoramos a experiência. O Poço Encantado não permite tomar banho, sendo que o seu maior atrativo é apreciar o feixe de luz que incide sobre as suas águas azuis permitindo ver o fundo do poço. No Poço Azul o banho já é permitido e o passeio incluí fazer snorkeling no poço.

Antes de sairmos de Igatu aproveitamos também para conhecer a Rampa do Caim, trekking de cerca de 12km até a um mirador muito bonito para o Vale do Pati.

Informações úteis:

  • Guia escalada: existe um guia de escalada desportiva online: download aqui. Para boulder ainda não existe informação, mas o Lp (escalador local) está a trabalhar num croqui e é uma óptima pessoa para dar dicas de boulders. No site 27crags já existe alguma informação deste lugar.
  • Como chegar: para chegar a Igatu as hipóteses não são muitas, existe um autocarro que para na entrada para Igatu a cerca de 7km da vila (Viação Águia Branca).
  • Alojamento: existem dois lugares indicados para escaladores o Hostel Igatu, onde ficamos alojados, e o Abrigo de Montanha Xique-Xique. Ambos são de escaladores locais e perfeito para obter informações de escalada e não só.
  • Outros: no geral na Chapada Diamantina tem muito pouca informação de trekkings ou outros atrativos. Muitas das vezes esses passeios são bastante fáceis de chegar mas não existe informação e acaba por ser necessário um guia. Nós, por já termos alguma experiência, optamos por fazer esses passeios por nós e utilizamos duas ferramentas: aplicação para mobile Geo Tracker e para obter os caminhos utilizamos a aplicação web Wikiloc. Aí é possível fazer download dos trekkings.
    • Rampa do Caim: download do trekking aqui.
    • Cachoeira da California: seguimos as indicações que estão no guia de escalada desportiva.
    • Poço Encantado e Poço Azul: para chegar nestes lugares é necessário carro ou contratar um guia que providencie transporte. A entrada é entre 5€ a 8€ por pessoa.
  • Localização:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *