Serra do Cipó – meca da escalada desportiva no Brasil

Por fim o destino tão aguardado, Serra do Cipó, a grande meca da escalada desportiva do Brasil. Rocha calcária de altíssima qualidade e de escalada única, com cerca de 500 vias todas com acesso simples e rápido.

Nós pensávamos que viajar era simples, mas quando se saltita de cidade em cidade, de montanha em montanha, passando pouco tempo em cada lugar e carregando a casa às costas, o simples torna-se complicado e bem cansativo. Desde o início que sabíamos que o nosso ponto de descanso seria a Serra do Cipó, e que lá iríamos deixar de ser viajantes e tentar ser um pouco mais locais e aproveitar bem a escalada e o lugar.

Apanhamos um autocarro de Volta Redonda a Belo Horizonte, e de lá pegamos um outro autocarro para a Serra do Cipó.

Primeiro mês fomos recebidos por um escalador local no seu refúgio, Árvore do Viajante. Lugar bem tranquilo e com localização boa, fica a meio caminho da vila e dos sectores de escalada. Acordamos um valor de aluguel com direito a duas bicicletas para ajudar no transporte. Durante esse mês escalávamos três dias e descansávamos um, sempre a fazer cerca de 6km de bicicleta. Foi óptimo para ganharmos forma, ambientar à rocha e começar a entrar em alguns projectos.

Quando chegamos no Cipó soubemos que os escaladores locais e a AESC (Associação de Escaladores da Serra do Cipó) tinham descoberto um novo sector, e estavam a trabalhar no desenvolvimento de novas vias que iriam ser inauguradas no festival de escalada de abertura de temporada. Como não poderíamos perder a oportunidade inscrevemo-nos no festival.

O festival teve cerca de 70 escaladores inscritos, e no último fim de semana de Maio lá estava a comunidade em peso para escalar neste novo sector completamente virgem. O Daniel conseguiu encadear à vista um 6c e um 6c+/7a, e um 7a+ ao segundo pegue ficando com o 4° lugar da sua categoria. A Patrícia estava tentando acompanhar o Daniel e acabou por não conseguir, ficando com o 5° lugar da sua categoria com dois 6c ao segundo pegue. Foi muito bom participar no evento e ver todos os escaladores unidos e motivados. Apesar de muita gente o evento foi um sucesso e todos os membros da organização e da AESC fizeram um excelente trabalho e estão de parabéns.

 

Depois disto restava-nos sensivelmente um mês de escalada no Cipó, e agora com uma companhia especial. O irmão da Patrícia juntou-se a nós para uma maratona de escalada. Seguiram-se dias bem intensos, a Patrícia conseguiu fazer o seu primeiro 7a+, e o Daniel conseguiu fazer mais um 7b e uns quantos 7a+. O Bernardo fez mais de 30 sétimos, incluindo a clássica via Sinos de Aldebaran ao terceiro pegue.

Foi um excelente mês, ainda contamos com a companhia dos nossos queridos amigos de Manaus: Lila, Tiago, Yuri e Bernardo.

Esta temporada na Serra do Cipó foi incrível, escalamos vias incríveis, a Patrícia subiu de grau, o Daniel consolidou bem o seu grau, criamos várias novas amizades, participamos no nosso primeiro festival de escalada, e conseguimos rever queridos amigos.

Esperemos voltar à Serra do Cipó brevemente, sem dúvida o melhor lugar de escalada desportiva do Brasil.

Lista de todas as vias que provamos:

Via Grau (Fr) Sector Grupo
Olho do observador 6c Caverna do Dragão G3
Demónio das Sombras 7a Caverna do Dragão G3
Vingador 7a+ Caverna do Dragão G3
Mestre dos Magos 7b Caverna do Dragão G3
Jonny Quest facebook-like-icon-3 6b+ Anfiteatro G3
Mary reilly 6b+ Anfiteatro G3
Doctor Jack 6c+ Anfiteatro G3
Mr. Hyde 7b+ Anfiteatro G3
Michaelangelo 6b Calada da Noite G3
Mestre Splinter 6b+ Calada da Noite G3
Na calada da noite 7a+ Calada da Noite G3
Fissurados facebook-like-icon-3 6c Sombras G3
Porque não eu facebook-like-icon-3 6c+ Sombras G3
Código de conduta 7a+ Sombras G3
Queimando tudo 7a+ Sombras G3
Amor e Sexo 7b Sombras G3
Sociedade Secreta 7b+ Sombras G3
Las Gardenias facebook-like-icon-3 6c+ Primeiro sector G3
O cravo e a rosa 6c+ Cangaço G3
Virgulino Ferreira 7a Cangaço G3
Peixeira 7a+ Cangaço G3
O dia que a terra parou facebook-like-icon-3 6c+ Lamúrias G3
Lamúrias de um viciado facebook-like-icon-3 6c+ Lamúrias G3
Injustiça social facebook-like-icon-3 6b Sala da Justiça G3
Sinos de Aldebaran facebook-like-icon-3 7b+ Sala da Justiça G3
Esqueceram de mim facebook-like-icon-3 6b+ Esqueceram de mim G3
Melzinho na chupeta 6a Melzinho G3
Ninhos facebook-like-icon-3 6b Ninhos G3
Legalize já 6b+ Vale da Perseguida G3
Oito oito 6b+ Vale da Perseguida G3
Chorrera musical facebook-like-icon-3 6c+ Vale da Perseguida G3
Vai Mané 6c+ Vale da Perseguida G3
Entre as pernas da perseguida facebook-like-icon-3 7a+ Vale da Perseguida G3
Androide 7a+ Vale da Perseguida G3
Tio Sika 7a+ Vale da Perseguida G3
Antes tarde do que nunca 7a+ Vale da Perseguida G3
Avenida Brasil facebook-like-icon-3 6b+ Vale Zen G3
Gigante pela Própria Natureza facebook-like-icon-3 6c Vale Zen G3
Flash back facebook-like-icon-3 6c Vale Zen G3
Avenida das torres 6c Vale Zen G3
Jequitibá facebook-like-icon-3 6c+ Vale Zen G3
Opinião Pública 7b Vale Zen G3
Pó pô pó facebook-like-icon-3 6b Thundercats G3
Diversão garantida facebook-like-icon-3 6b+ Thundercats G3
Bárbaros 6c Thundercats G3
Cheetara facebook-like-icon-3 7b Thundercats G3
11 Proteções e um segredo facebook-like-icon-3 7b Thundercats G3
Via de Blair facebook-like-icon-3 6c Vale de Blair G1
Silêncio dos inocentes 7a+ Vale de Blair G1
10 almas facebook-like-icon-3 7b Vale de Blair G1
Aracnofobia facebook-like-icon-3 6a Zuma G1
Assombrolius bicolius facebook-like-icon-3 6b+ Zuma G1
Via do lado esquerdo da Aracnofobia facebook-like-icon-3 6c Zuma G1
Depois da Zuma 6c+ Zuma G1
Calientando 6b+ Serra pelada G2
Unha e gato 6c+ Serra pelada G2
Serra pelada facebook-like-icon-3 7a+ Serra pelada G2
Ressaca facebook-like-icon-3 6b+ PCC G2
Fogueteiro facebook-like-icon-3 6c PCC G2
Pablo Escobar facebook-like-icon-3 7b+ PCC G2
Samba pra Iaiá facebook-like-icon-3 6c+ Vale do Papagaio G2
Pai Coruja facebook-like-icon-3 6c+ Vale do Papagaio G2
Entre Ilhas 6c+ Vale do Papagaio G2
Gigal-in 7a Vale do Papagaio G2
Élvis preza 6a Rock master
1 em 100 6a Rock master
Mate leão 6b Rock master
Piedra parada 6b+ Rock master
2 em 1 facebook-like-icon-3 6c Rock master
Oiapoque 6c Rock master
Teresa cristina 6c+ Rock master
Paranauê 6c+ Rock master
Pôr do sol 6c+ Rock master
Terráqueos 7a Rock master
Roots Setter facebook-like-icon-3 7a Rock master
Guaicurus facebook-like-icon-3 7a+ Rock master
Salsalito 7a+ Rock master
Magia Branca 7b Rock master
Carijós 7b Rock master

Informações úteis:

  • Como chegar: para além do carro existem também as companhias Serro e Saritur têm autocarros diários para a Serra do Cipó. Tem um grupo no Facebook onde os escaladores partilham caronas.
  • Guia escalada: o croqui pode ser comprado entrando em contacto com a AESC ou no Espaço Mandalla. Também é possível consultar algumas vias na plataforma 27crags. Para o guia do novo sector pode fazer o download aqui: Croqui Rock Master.
  • Alojamento: existem inúmeras pousadas na Serra do Cipó sendo que alguns espaços são mais indicados para escaladores, ficam aqui alguns lugares que conhecemos: Abrigo Árvore do ViajanteEspaço Mandalla, e Abrigo G3.
  • Época do ano: é possível escalar o ano inteiro mas a melhor época é no inverno, de Abril a Outubro, época em que chove menos. Existem vários sectores com sombra onde dá para escalar em dias mais quentes.
  • Tipo de rocha: calcário.
  • Localização e pontos de interesse:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *